19 de julho de 2022

livros de romance

De vez em quando, nós comentamos lá no nosso Instagram sobre alguma leitura que fizemos ou que estamos fazendo. Essas duas Rainhas da Pechincha aqui, são leitoras ávidas!
Então é comum que nossas leituras sejam compartilhadas, ainda que não com a mesma frequência que acontecem.

E mesmo sendo um blog de beleza, toda vez que falamos sobre livros, nos pedem pra darmos indicações de leitura. Então, o post de hoje é sobre esse assunto!

Eu reuni alguns dos títulos que li nos últimos tempos, e que me fizeram suspirar, devorar o livro, e concluir a leitura com aquele quentinho no coração. Que coisa melhor?

Romance de época

Cem Verões, Beatriz Williams: Já falei tanto desse livro – talvez até aqui no blog, não lembro – que tenho certeza que, ao menos minhas amigas, não aguentam mais! Mas é só porque ele mexeu demais comigo, afinal me conectei demais com a história. E sinceramente, pela qualidade da história, não entendo como ele não é super famoso! Como não está todo mundo falando dele o tempo todo? Pelamordedels!

A história de passa na década de 30 e a autora descreve com tanta habilidade, que a impressão que dá, é que você realmente está lá com os personagens. Ela vai sendo intercalada entre os eventos que aconteceram no passado, com os do presente, e você se surpreende em vários momentos. É um romance lindíssimo.

O Bangalô – Sarah Jio: Depois de ler Cem Verões, fiquei desesperada pra ler outros livros do mesmo estilo, e nessa busca, conheci Sarah Jio. É uma excelente autora, e esse livro tem a mesma pegada, mas um pouco diferente. É um romance que acontece durante a guerra, e que marca profundamente a vida dos personagens. Enquanto isso, temos alguns capítulos do presente, onde você fica perdido e ansioso pra saber quais foram as consequências daquilo que aconteceu no passado.

Se você gostar, também recomendo As Violetas de Março, da mesma autora.

Romance Jovem

Dez Dates Surpresa, Ashley Elston: Depois de terminar um namoro, Sophie vai passar as férias de final de ano com a sua família. Ao ver o quanto ela está sofrendo, eles se unem para organizar dez encontros para ela, com rapazes diferentes, afim de distraí-la ou quem sabe, fazer com que ela se apaixone novamente. Quando comecei a ler o livro, tomei um susto porque não sabia que se tratava de um romance adolescente. Depois, larguei o preconceito de mão e segui lendo, me surpreendi com a história e achei fofa demais. É muito bacana como aborda as questões da família, e da amizade.


Amor e Gelato, Jenna Evans Welch: Antes de morrer, a mãe da adolescente Nina deixa um último pedido: Pra que ela vá até a Itália e conheça seu pai. Além de estar passando por esse momento delicado, que é a perda da sua mãe, Lina se sente deslocada naquele país novo, e principalmente com esse novo parente que até então ela não sabia nem o nome. Em meio a esse turbilhão de emoções, ela faz amizades, se apaixona, e vai se abrindo a conhecer aquela nova cultura, uma nova vida. Esse livro é um amoooor! Eu amei como a autora descreve a Itália, e me senti transportada pra lá.

Romance contemporâneo

Teto para Dois, Beth O’Leary: Aqui, a autora aborda temas pertinentes e sensíveis, mas de uma forma leve, sem ser rasa e superficial. Os dois personagens principais, dividem um apartamento, mas por terem rotinas completamente diferentes, ele não se conhecem pessoalmente. Os capítulos vão alternando entre ambos, sob seus respectivos pontos de vista.

Amei tanto que depois desse livro, passei a ler tudo o que Beth O’Leary lança.

Eleanor Oliphant está Muito Bem, Gail Honeyman: Eleanor é uma mulher de 30 anos, que está super bem com o fato de ser solitária, não ter amigos, e estar no mesmo emprego que não gosta tanto, há 10 anos. Ela não nem nenhuma habilidade social, e nem faz questão de ter, mas depois de um acontecimento inusitado, as coisas vão começando a mudar. Tenho medo de falar muito, porque não quero dar spoiler, mas é um livro em que me apaixonei totalmente pela Eleanor, a protagonista e me conectei profundamente com ela.

É extremamente sensível, engraçado – eu dei gargalhadas – ao mesmo tempo triste, e sofrido. Amei muito e já estou ansiosa pra autora lançar outros livros – esse é seu romance de estreia.

Romance caliente

Clube do Livro dos Homens, Lissa Kay Adams: O livro é exatamente sobre o título que ele ganha, um clube do livro masculino. A diferença é que esse clube do livro é feito com o intuito dos homens aprenderem a conquistar e saber lidar melhor com as mulheres, a partir dos casais de romances antigos. Fiquei com pé atrás antes de ler mas me surpreendi bastante. É bem divertido, leve, e com várias pimentinhas.

Amor Imenso, Penelope Ward: Justin e Amelia tiveram um amor na infância, onde cada um gostava do outro, mas sem o outro saber. Por conta disso, um mau entendido faz com que eles se afastem por anos, mas são obrigados a se reencontrar quando adultos, pois a Avó de Amelia deixa a casa de praia dela para os dois. Com muito orgulho ferido, e perrengues da vida, eles vão dividindo aquele espaço e se reaproximando aos poucos. E ai vocês já devem presumir o que acontece né?

Embora a capa dê essa impressão, pois tem vários momentos calientes, o livro está longe de se resumir a isso. É uma história muito boa de ler, fluída, envolvente e que aborda várias outras questões. Gostei muito.

Com várias opções, dá pra aumentar a listinha dos livros lidos em 2022, né? Se tiver algum livro pra indicar, deixa nos comentários!

Escrito por: Kaka Farias
compartilhe

leia também

    10 coisas para Assistir & Ler no Halloween
    Livros Lidos em 2020 – Lola

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.